(11) 3280-7792 | contato@agilems.com

Minimum Viable Product (MVP): O que é e qual a sua relevância em SaaS?

/, Gestão de Produto, Tecnologia/Minimum Viable Product (MVP): O que é e qual a sua relevância em SaaS?

Por Fernando Okumura

9 de maio de 2019
4 min. de leitura

Saiba o que é um MVP e qual é a sua relevância em empresas de SaaS.

O que acha de ouvir o post, em vez de lê-lo? Escute com o player abaixo:

O Minimum Viable Product (MVP) é um conceito importante do desenvolvimento de um novo produto ou funcionalidade de SaaS. Você sabe o que é? O propósito desse post é explicar o que ele é e como utilizá-lo. Vamos lá?

O que é Minimum Viable Product (MVP)?

O MVP é a versão funcional mais simples possível de seu SaaS capaz de solucionar o problema de seu cliente. Note que o MVP precisar ser mais um produto “mais pronto” em um contexto B2B vs. B2C pois:

  • o número de clientes (i.e. empresas) disponíveis para testar o seu produto é bem menor.
  • o “custo” (i.e. tempo e esforço) para uma empresa testar seu produto é bem maior do que para um consumidor pessoa física. Se o MVP estiver sem funcionalidades consideradas básicas, você pode dar a impressão de que não conhece o contexto do cliente. Se isso ocorrer, ele provavelmente vai desengajar do teste.
  • o boca a boca (para o bem e para o mal) no mundo B2B é mais forte pois é uma comunidade menor. Você quer dár uma boa impressão.

Dito isso, com dizia Reid Hoffman, fundador do LinkedIn: “Se você não se envergonhar da 1a versão do seu produto, você lançou tarde demais.”

Como criar Minimum Viable Product (MVP)?

O MVP é o resultado da fase inicial de Customer Development.

Primeiro você criar uma hipótese de negócio / produto em sua mente. Depois você a desenha em um guardanapo e mostra a um potencial cliente, escuta o feedback e ajusta. Na sequência você cria um mock no Invision ou ferramenta similar e mostra a outro potencial cliente, ouve o feedback e a burila novamente.

Finalmente, você cria um protótipo simples e funcional, o MVP, e testa novamente com outros clientes.

Leia também: Customer Development: O que é e qual a sua relevância em SaaS?

Qual é o propósito do Minimum Viable Product (MVP)?

O propósito do MVP é validar sua hipótese de negócio com o menor risco / investimento o mais rápido possível. Ao invés de criar uma 1ª versão de seu produto cheia de funcionalidades e UX otimizada, você a faz somente com o básico, quick and dirty.

Dessa forma, você testa o coração do seu produto no mercado antes de investir em funcionalidades acessórias e em otimização de UX. Assim, você perde menos tempo e dinheiro caso sua hipótese esteja errada ou necessite de ajustes.

Com dizia Donald Knuth, “A otimização prematura é a raiz de todos os males”.

Por que o Minimum Viable Product (MVP) é importante?

O MVP é uma ferramenta importante para se acelerar sua chegada ao Product Market Fit. Afinal, quanto mais simples for o produto, menor é o tempo de desenvolvimento (e gasto) e mais rápido é o feedback loop de ajustes.

Através do MVP, você descobre o que o seu usuário realmente valoriza / precisa e pode direcionar o desenvolvimento de produto corretamente, sem desperdiçar tempo e sem frustrar seu time. Sem o feedback do usuário, você está coordenando o pipeline de produto na base do “achismo”.

Leia também Product Market Fit: O que é e qual a sua relevância em SaaS?

O que vem depois do Minimum Viable Product (MVP)?

Depois do MVP vem a versão 1.1 do produto. É interessante fazer deploys picados para ir coletando feedback do usuário ao longo do caminho. Ou seja, se seu Minimum Viable Product demorou 1 ano para ficar pronto, não é preciso esperar outro ano ou 6 meses para lançar a versão seguinte. Coloque as funcionalidades novas e melhorias de UX em produção conforme forem ficando prontas. Assim, você as valida com seus usuários o mais rápido possível.

Conclusão

Agora você sabe um pouco mais sobre MVP. Também viu sua relevância para novas empresas de SaaS. Assim, convido você a exercitar esse aprendizado. Ao desenvolver um novo produto ou funcionalidade, comece pelo básicão, pelo produto pelado, e valide com seu cliente.

O que achou desse post? Deixe seu comentário abaixo. Adoraríamos falar com você.

Gostou do conteúdo?

Assine a Newsletter e receba mais dicas de como otimizar seu SaaS!


Por | 2019-10-09T13:29:16-03:00 9 de maio de 2019|

Deixar um Comentário